Melasma: Tratamento e algumas curiosidades!

josi Fala comigo Brasil!

Hoje eu voltei com o tema “Melasma”, como prometido, pois dei início a um tratamento na última semana e quero mostrar detalhes do início ao fim para que possamos comparar, fazendo um “antes e depois”.

Passando o DermaRoller na bochecha

Claro que o “antes e depois” vai demorar um pouquinho ainda, porque o tratamento não acontece como mágica; leva um tempo pra aparecerem os resultados, mas já dá pra tirar as dúvidas de muita gente que não tem ideia de quais são as opções, como são e se funcionam.

Pra quem ainda não leu o post sobre Melasma, onde falo com detalhes o que é, suas causas, o que fazer para evitar e os diversos tipos de tratamentos que existem, segue aqui o link: https://dicasdamaia.com.br/2017/10/09/melasma/

Sem mais delongas… Bora lá!

Só relembrando: O que é o Melasma?

É uma manchinha escura que aparece no rosto e normalmente atinge áreas como testa, bochechas, nariz e buço. Sua tonalidade varia de acordo com seu grau, desde o marrom mais clarinho até o bem escuro. Ele possui níveis diferentes, como: superficial, médio ou profundo. E cada nível precisa de um tratamento diferente.

Melasma antes

O meu, como podem perceber vai de médio a profundo.

Tratamentos:

Hoje existe uma infinidade de técnicas, produtos e aparelhos no mercado, como:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Micro Agulhamento;

Peelings;

Aplicação de ácidos injetáveis;

Laser – Lembrando que nem todas as peles aceitam bem o laser ou são fotossensíveis, podendo ocasionar o efeito rebote, onde a mancha volta por completo ou pior;

Produtos de uso tópico como ácidos, pomadas, vitaminas; entre outros.

 

O meu Tratamento:

Débora de Campos Primeira etapa: Consulta e Avaliação da minha pele e histórico.

Sim. É realizada uma avaliação também do seu histórico de saúde, hábitos, sua rotina, etc; para saber/avaliar se sua pele pode ou não receber determinado produto, o que você já usou e por quanto tempo, as possibilidades de alergias, se existe fotossensibilidade, e quando há, que é o meu caso, o laser e a luz pulsada são os primeiros da lista A SEREM CORTADOS, entre outras mil observações que são feitas sobre você e sua pele e anotadas em uma ficha de avaliação facial (Anamnese), que serve para controle e acompanhamento do profissional que está te tratando.

 

Avaliação pronta. Vamos às soluções para o meu tipo de pele e grau de melasma?

O tratamento proposto pela biomédica Débora Campos, inicialmente para 3 meses e depois existirão algumas reduções na frequência/manutenção e talvez alteração de algum procedimento:

VITAMINA C SERUM

Vitamina C – de uso tópico (30 ml – Varia de acordo com a marca de R$ 100,00 a 300,00)

 

HELIORAL

Antioxidante em cápsulas (60 cápsulas – Varia de acordo com a marca de R$ 70,00 a 200,00)

 

Derma roller

Microagulhamento – 1 sessão por mês (Varia de acordo com o local do tratamento de R$ 240,00 a 400,00 a sessão)

 

peeling

Peelings – 2 por mês (Varia de acordo com o local do tratamento de R$ 100,00 a 200,00 por Peeling)

 

CICAPLAST

Pomada CicaPlast Baume B5 – de uso tópico para auxiliar na cicatrização pós Microagulhamento (40 ml – Varia de R$ 60,00 90,00)

 

DERMOMAX

Dermomax Lidocaína – Pomada anestésica de uso tópico para ser utilizada antes do procedimento (5 ml – Varia de R$ 15,00 a 25,00)

E muito protetor solar.

 

Digo inicialmente, pois, como ela sempre afirma, de acordo com a resposta da pele, ela altera o tratamento, substituindo, retirando ou acrescentando um item. Por enquanto essa é a proposta que vocês acompanharão aqui junto comigo.

 

Observação importante: Esse cronograma de tratamento foi montado para o meu tipo de pele e melasma. Estou divulgando para que possamos acompanhar e avaliar juntas o resultado, para que mensurem o tempo necessário para se programarem financeiramente, pois uma vez começado o tratamento, o ideal é que vocês não parem; e para que saibam que existe sim, tratamento para essas manchinhas terríveis. Não sigam esse mesmo cronograma, pois pode não funcionar pra vocês, além do risco de se fazer determinados procedimentos ou usar medicamentos sem acompanhamento médico.

PROTETOR VICHY

Ah e por minha conta aderi também a um Protetor Solar da VICHY com Cor e Efeito Clareador, FPS 60, Fator de Proteção UVA e em Gel-Creme, que é ideal para peles oleosas.

Depois farei uma resenha sobre esse protetor pra vocês.

 

Primeiro dia: Microagulhamento

Antes de sair de casa, limpei a pele e passei a pomada anestésica Dermomax, indicada pela médica.

Melasma antes 1

E não passei nenhuma maquiagem, apenas o protetor solar.

Na clínica 1

Já no consultório, minha pele foi higienizada e uma nova camada de anestésico foi aplicada.

Higienização

O procedimento do Microagulhamento durou em média umas 2 horas.

Procedimento

 

Passando o DermaRoller na bochecha

Durante todo o procedimento e também ao final dele, meu rosto foi massageado com Vitamina C pura e Ácido Tranexâmico, para que eles penetrassem bem na pele.

Vitaminas e ácidos.jpg

No final do processo todo, o rosto fica bem vermelho, parece que você teve uma insolação (rs).

Pós derma roller imediato 1

 

Dermaroller completo no rosto pós 1

Coloquei meus óculos gigantes e saí de lá como se tudo estivesse normal e ninguém estivesse me olhando na rua…

ÓCULOS

Por dois dias não tomei sol e não usei nada no rosto – a não ser a pomada Cicaplast Baume B5.

Pós dermarroller rosto

Apesar de parecer machucado, o rosto fica apenas vermelho devido ao processo de inflamação e essa vermelhidão já começa a desaparecer no segundo dia.

PÓS MELASMA

E é exatamente onde começa a verdadeira “operação do milagre”

milagre

e seu corpo passa a produzir o colágeno que já não estava mais sendo produzido e há uma regeneração da pele durante uns 30 dias aproximadamente, que é quando a sessão poderá ser repetida.

calendario

Como meu melasma está em grau avançado, voltarei dentro de 15 dias para realizar 2 peelings; e passados mais 15 dias, retornarei ao Microagulhamento e assim vou continuar durante 3 meses, até que a biomédica alternará ou reduzirá algum procedimento ou medicamento, como havia dito no início.

mancha-melasma.jpg

Nesse primeiro procedimento ainda não teremos o resultado desejado, mas servirá de base para compararmos ao final desses três meses.

Tipo assim:

antes.jpg
Antes…
Depois
Depois.

#Sóquenão

O “antes e depois” poderá ser feito sem enganação e não tipo aquelas propagandas de “Perca 50 quilos de forma saudável em 7 dias com uma dieta mágica”. Tipo essa aí de cima, não é?!

Importante ressaltar que, esse tempo estimado e tratamentos escolhidos, são para o meu tipo de pele. Para outras pessoas esse número pode ser menor ou maior, bem como o tipo de procedimento.

importante  Dicas Importantes  importante

Façam esse procedimento com um profissional, pois existe a forma correta de aplicar o Dermaroller, de higienizar o rosto e o que for utilizado durante a sessão – para evitar infecções – e até mesmo o tamanho das agulhas é diferente para cada problema a ser tratado, bem como os produtos aplicados durante o microagulhamento, são específicos e puros, livres de outras substâncias, que encontramos nos produtos que conseguimos comprar em farmácias, lojas de cosméticos, etc.

Um profissional especializado vai avaliar qual é seu histórico, tipo de pele, grau de melasma; e vai aplicar um tratamento adequado, além de orientar a sua manutenção correta em casa.

Quando você utiliza receitas feitas para outra pessoa ou aparelhos que você não conhece bem, eles podem até funcionar pra você no início; mas o resultado pode ser desastroso ou você pode ter um efeito rebote. E o tratamento pode ficar muito mais caro e demorado do que se tivesse tratado com um profissional desde o início.

DERMAROLLER EM CASA . DEU RUIM.
Antes                                                                                               Depois

 

Curiosidades sobre o Melasma e o Microagulhamento…

– Estresse e Ansiedade podem aumentar/escurecer as manchas devido a uma alteração hormonal. Isso vale também para acne. Estresse

– Algumas receitas caseiras, principalmente com uso do limão, ou produtos sem prescrição médica, podem piorar o grau do melasma, causar alergias, queimaduras e até manchas piores.

limao

– O nome do procedimento correto é Microagulhamento e não DermaRoller. DermaRoller é uma marca, assim como “Sugar”.

– A Técnica do Roller é aprovada pela ANVISA.

– O Roller deve ser descartado ao final do Microagulhamento e só pode ser utilizado em uma pessoa e uma única vez.

lixo

– Quem tem pele fotossensível, não deve utilizar tratamento com laser ou luz pulsada, pois o efeito rebote é garantido.

Woman receiving facial skin treatment

– Peles morenas e negras tem maior facilidade para adquirir manchas.

– Peles mais claras costumam ser mais sensíveis ao sol.

– Se você tem melasma é ainda pior, mas vale pra quem não tem também. Você passa protetor solar somente no rosto e toma sol nas pernas, braços ou qualquer outra parte descoberta e sem proteção. Seu melasma vai se intensificar da mesma forma, pois os raios UVA penetram profundamente na pele e as substâncias ali produzidas, entram na corrente sanguínea e seu organismo entende que precisa se proteger, liberando mais melanina e escurecendo suas manchas.

SOL

Aí você pensa: “Ah eu não tenho melasma. Tô de boas!” Não. Não está. As mesmas substâncias entram em sua corrente sanguínea, e como já disse no post sobre o uso do protetor solar (https://dicasdamaia.com.br/2017/10/02/protetor-solar/), tanto para o envelhecimento, como surgimento de manchas, etc… o sol é cumulativo.

– Um Protetor Solar deve apresentar Fator de Proteção UVA e UVB. Sempre.

ppd

– Retoque o protetor solar a cada 2 horas, a não ser que esteja em um ambiente fechado, tipo um escritório e esteja utilizando um protetor fotoestável, que garante uma proteção mais duradoura.

– Não é só o sol que causa ou aumenta o melasma; o calor também.

Pra finalizar: Aquelas Dicas da Maia, que você pode usar em casa e não podem faltar:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Argila branca – Ela tem o efeito clareador da pele e pode ser usada em casa até duas vezes por semana com tempo máximo de permanência de até 20 minutos.

Vitamina C – Pode ser usada em formato de cremes e séruns – lembrando sempre do Filtro Solar.

Antioxidantes (Vitaminas, Minerais…) – Consuma alimentos que são ricos em antioxidantes, como por exemplo, o chá verde, o azeite de oliva, amêndoas, frutas cítricas, orégano, tomilho, cebola, tomate, cenoura, brócolis, morango, banana, chocolate amargo, açaí… e uma infinidade além desses que citei (Farei um post futuramente falando um pouco mais sobre os antioxidantes).

Boa alimentação e Hidratação – Beba muita água!

Bom pessoal, o tratamento apenas começou e vocês vão acompanhar de perto, tanto aqui no Blog, pelas fotos e descrição do processo todo, como também nas redes sociais e em breve pelos vídeos, que estarão no Canal Dicas da Maia.

Sem título

Fico por aqui e até a próxima segunda com mais Dicas da Maia!

Ficou com alguma dúvida?

Deixe aqui nos comentários e eu irei te responder em breve!  josi

 

Meu cabelo não cresce! O que fazer?

Dicas da Maia Fala comigo Brasil!

No último post eu falei um pouquinho sobre os benefícios que encontrei ao usar o Mega Hair (Fio a Fio ou Nó Italiano) e hoje vou falar um pouco sobre os produtos que usei para o meu cabelo crescer; e o melhor, para crescer saudável…

CABELO NATURAL

Quem acompanhou o último post, viu que meu cabelo não crescia de jeito nenhum; e quando crescia, quebrava e eu precisava cortar de novo… e que depois do Mega Hair, ele se desenvolveu.

tecnica_de_mega_hair_amarrado

Mas é claro que o procedimento de alongar os cabelos não foi a única coisa que fez o meu cabelo ficar mais saudável e crescer. Não.

Como eu falei no último post, você passa a cuidar muito mais do seu cabelo quando ele está com mega hair – até porque se não cuidar, se não tiver um cronograma capilar e segui-lo, ele vira um Bombril, pelo menos no caso do mega hair amarrado – e isso me incentivou bastante, afinal o objetivo era ficar MARAVILHOSA e não MONSTRUOSA.

Mas e depois de tirar o Mega? Como ficou o cuidado com os cabelos?

download

Criei uma rotina semanal – já que percebi que estava funcionando – e passei a experimentar novos produtos, um deles, o maravilhoso “Cresce Pelo”, Shampoo, Condicionador e Máscara de Hidratação, além do Mara Luxo Gold Diamond “Silicon Mix”, que são, na minha opinião e também do Brasil, algumas das melhores marcas de Hidratação.

Como eu já estava usando o Crece Pelo para auxiliar no crescimento, o Silicon Mix que usei foi o Tratamento Intensivo, para ajudar na hidratação intensiva dos fios, apesar da linha de Bambú, ideal para o crescimento.

Hoje, duas vezes por semana, lavo e hidrato meus cabelos, sempre variando entre novos cremes para hidratação, porém o Silicon Mix e o Cresce Pelo, fazem parte da minha rotina quinzenal.

Por exemplo, se usei um produto novo essa semana, a segunda hidratação da semana será com um dos meus favoritos e na sequência, venho com um novo produto e depois um dos favoritos novamente.

Meus cabelos passaram a crescer e o mais importante, a crescer saudáveis e com um brilho que antes não existia, perderam os nozinhos de fada e as pontas duplas; e inclusive ganharam um “peso bom”, que controlou e distribuiu melhor o volume e me deixou muito feliz.

Agora, vamos falar um pouquinho sobre os meus favoritos:

Crece Pelo

325882a9-294c-493f-8c12-adc49ccb24a1

A linha é da marca Boé, fabricada na República Dominicana, mesmo lugar onde é fabricada a linha Silicon Mix – uma das minhas queridinhas e certamente de muitas de vocês.

O Crece Pelo é um Tratamento Fitoterápico Natural de Crescimento Capilar, feito a partir de plantas naturais para promover o crescimento do cabelo.

Na composição tem vários ativos umectantes, adstringentes e estimulantes para o couro cabeludo.

Mas e aí? Funciona mesmo?

Sim. Estou usando a linha desde novembro de 2016, quando trouxe de uma das minhas viagens para testar. Lavo o cabelo com o Shampoo de uma a duas vezes na semana e ele deixa o cabelo bem soltinho, brilhante e o cheiro é maravilhoso.

Já a máscara, uso uma vez por semana e o resultado é incrível!

A sensação após o uso é de hidratação total, leveza, maciez, brilho… e outras, que estão apenas na aparência dos cabelos e no campo da sensação, e isso, não dá para descrever…

Silicon Mix

silicon-mix-mascara-capilar-225-gr-3-tipos_mlb-f-4953960676_092013

A Silicon Mix é também uma marca da Republica Dominicana e seus produtos são indicados para cabelos secos e danificados.

Não que você não possa usar se seus cabelos não pertencerem a essa categoria. É apenas uma indicação, pois o produto hidrata muito os fios.

É um tratamento para restaurar a saúde, o brilho e a suavidade do cabelo seco, maltratado e quebradiço. Sua composição é de silicones, queratina e ceramidas, que amaciam, dão força e brilho aos cabelos, além de agentes de condicionamento para proteger e reabastecer a umidade natural do seu cabelo.

A linha Silicon Mix tradicional é composta de shampoo, condicionador, máscara, leave-in e um silicone para dar brilho.

O que estou usando hoje uma vez a cada quinze dias:

001.jpg

Máscara Hidratante: A textura dela é bem pastosa, o que facilita muito o uso nos fios, porque o produto se espalha de maneira uniforme, e você sente os fios sendo desembaraçados imediatamente. O rendimento também é excelente.  Eu costumo deixar de 10 a 15 minutos na touca, pois meu cabelo é bem seco; e o resultado quando enxáguo é perfeito. O cabelo fica super macio e hidratado; e pode ser percebido no primeiro uso.

Minha conclusão:

Apesar de indicar essas linhas, que funcionaram muito pra mim, recomendo que criem um cronograma capilar que funcione pra vocês; lembrando que o importante é o uso do produto correto para seu tipo de cabelo e com uma determinada frequência para avaliarem e perceberem a diferença. Não vai adiantar usar um produto maravilhoso hoje e voltar a usá-lo daqui a dois meses.

E claro, vale lembrar que a saúde dos fios depende também de uma boa alimentação e hidratação do seu corpo, por isso beba muita água.

É isso. Nos falamos na próxima segunda!

Ficou com alguma dúvida?

Deixe aqui nos comentários e eu irei te responder em breve!  Dicas da Maia

 

 

Como encontrar passagens aéreas baratas? Parte 3.

Dicas da Maia  Fala comigo Brasil!

Estou de volta com as dicas de viagem que a gente começou aqui no Blog Dicas da Maia há duas semanas; e hoje seguimos com o “Passagens Aéreas Baratas Parte 3”, a última parte dessa sequência de dicas incríveis.

16123226_809660199171972_1383256430278082560_n(1)

Pra quem ainda não viu a parte 1 e a parte 2, seguem aqui os links pra ninguém perder nenhuma dica:

Parte 1 – https://dicasdamaia.wordpress.com/2017/08/21/como-encontrar-passagens-aereas-baratas/

Parte 2 – https://dicasdamaia.wordpress.com/2017/08/28/como-encontrar-passagens-aereas-baratas-parte-2/

Bora lá Brasil!

Resumo dos últimos posts…

6passaporte-visto-vacinas

Você já escolheu um lugar pra ir com antecedência;

Já tirou o localizador do seu celular e tem aberto somente janelas anônimas para pesquisas de passagem em notebook e computador;

Sabe onde e como pesquisar;

Está cadastrado em um site ou aplicativo de sua preferência para receber as promoções para o período da sua viagem ou ideias de novos lugares;

E tem alertas criados.

Vamos continuar a partir daqui…

 

6. VOOS DIRETOS. POR QUÊ?

Este slideshow necessita de JavaScript.

Você está de férias.

Ou em Lua de Mel.

Ou a passeio com seus amigos ou familiares.

Por que não curtir a viagem tendo a opção de uma parada em um país diferente do seu destino principal? E até mesmo para descansar o corpo em caso de viagens muito longas…

Mais uma vez, não é regra, no entanto é mais comum que voos com escala ou conexão sejam mais baratos que os diretos.

Portanto aproveite voos assim para, além da possibilidade de pagar menos, poder conhecer outros países fazendo um Stop Over – sem pagar nada a mais por isso – ou apenas descendo do avião e esticando as pernas, mesmo que só por algumas horinhas em um café, barzinho ou restaurante diferente dos lugares que conhece.

Outra opção são os voos “quebrados”, onde você monta sua rota (de acordo com rotas de interesse e custo) ao invés de ir direto para o seu destino.

Por exemplo, se quer viajar para a Europa, mas achou cara a passagem para a cidade que quer tanto ir, experimente alterar para outra cidade ou país mais barato e pesquisar Companhias Low Coast, que em promoções, chegam a custar menos de 10 euros e que mesmo fora de promoções, também valem muito a pena.

low coast

Alguns exemplos de Cias Low Coast:

https://tickets.vueling.com

http://www.voos-low-cost.com.pt

https://www.easyjet.com

https://www.ryanair.com

https://discovery.aerlingus.com 

Por exemplo, se quero ir para Veneza saindo de São Paulo e as passagens serão pagas em dinheiro…

(Para comprar passagens com milhas farei outro post).

Segui todos os passos e encontrei a passagem mais barata para Veneza por R$ 2.900,00; mas, como eu já assinei a newsletter da Decolar ou Melhores Destinos ou outra, recebi uma promoção para voar nas minhas datas para Civitavecchia, Itália, a 2.100,00 ida e volta com taxas incluídas.

O que eu faço?

Veneza
Veneza

Mudo minha rota para Civitavechia porque está mais barato e não vou mais para Veneza? Nããããããão! Por isso digo que nessa vida tudo é questão de logística.

Civitavechia
Civitavecchia

 

Você vai abrir um mapa e ver que está tudo ali… no mesmo miolo… e vai pesquisar Companhias Low Coast (como mostrei um exemplo acima) Ou vai de trem… Ou de ônibus… Sua passagem vai ficar mais barata e você ainda vai conhecer mais um destino “maravilhindo” em sua viagem.

onde pesquisar passagem

7. QUANDO COMPRAR AS PASSAGENS? DIAS? HORÁRIOS? 

Segundo os especialistas e pela minha experiência, buscar passagens com partida e retorno entre segunda e quarta costuma sair bem mais barato. E claro, fora dos feriados prolongados e período de férias escolares, que são muito procurados e como vocês e as Cias aéreas já sabem, os preços são mais altos.

E como sempre, vale reforçar que não é uma regra, mas acontece com frequência. Então se você tiver essa flexibilidade, compre sua passagem partindo e retornando entre segunda e quarta-feira; e não às vésperas dos finais de semana e feriados.

Para os especialistas, a terça-feira é ainda o melhor dia para se comprar passagens aéreas (não só para o dia da viagem, mas o dia de comprar mesmo), pois além de se enquadrar nos melhores dias para compra de passagens, é quando que costuma-se perceber um maior número de promoções de várias Companhias.

E o horário para pesquisar/comprar a passagem? Faz diferença?

Sim. Também influencia. Você vai encontrar passagens muito baratas seguindo todas essas dicas, mas se optar por pesquisar entre 00 e 5:00 hrs, encontrará promoções e valores IMPERDÍVEIS.

8. E O TAL PESO EXTRA BAGAGEM? QUANTAS MALAS POSSO LEVAR? TENHO QUE PAGAR A MAIS POR ISSO?

franquia de bagagem

Sobre bagagem, varia um pouco de uma Companhia aérea para outra, mas basicamente, com as novas regras de franquia de bagagem, você deve ficar muito atento na hora da compra, pois hoje existem as passagens aéreas “com e sem” franquia de bagagem.

Independente do tipo de passagem que comprar, você pode levar gratuitamente sua bagagem de mão e a média liberada pelas Cias aéreas é de até 10 kg (voos nacionais) e até 12 kg (voos internacionais – algumas Cias permitem só até 7 ou 10 kg).

Agora se pretende levar, além da bagagem de mão, mais uma ou duas malas ou três malas, precisa sim pagar pela sua bagagem extra, que claro, sai muito mais barato que pagar o peso extra de bagagem, que custa muuuuito caro.

Se você optar por comprar uma passagem sem franquia de bagagem, garanta que sua bagagem de mão, tanto na ida quanto na volta, não ultrapasse os 10/12 kg permitidos.

Se pretende levar uma mala para despachar, compre a passagem com a franquia liberada, que geralmente é de 23 kg para voos nacionais e entre 30 e 32 kg para voos internacionais, embora, alguns trechos internacionais e Cias aéreas, a franquia seja a mesma de voos nacionais (23 kg).

Se vai levar mais de uma mala para ser despachada, fique atento à Cia aérea onde vai comprar a passagem, pois nem todas liberam a compra de uma segunda bagagem e você é obrigado a pagar o peso extra no balcão de check in.

Geralmente, o quilo do peso extra, tem o preço de uma mala de até 23 kg, por isso fica a dica: Vai levar mala? Compre a passagem com a franquia de bagagem ou compre a bagagem extra.

Falando de voos nacionais:

bagagens

A Azul, por exemplo, apesar de ser uma das Cias aéreas que sempre tem preços muito bons, não tem a possibilidade de compra da segunda bagagem, apenas da primeira. Nesse caso, se for levar mais de uma mala, o preço final pode sair bem mais caro.

Já a Gol e a Tam, permitem a compra de até 10 bagagens. (Tam – até 3 bagagens e Gol – até 10)

Importante: Se vai fazer uma viagem de compras e não vai despachar bagagem, mas sabe que no retorno vai trazer o país que visitou inteiro em sua mala, compre a bagagem extra para o trecho de volta.

E se já vai com malas em sua viagem, compre a bagagem extra para o trecho de ida e volta.

Evite surpresas com o peso extra de bagagem.

bagagem peso extra    preco     peso extra de bagagem

Uma dica importante é: quando encontrar sua passagem ideal, verifique as regras da Cia aérea onde pretende comprar, pois além de cada uma apresentar algumas regras diferentes, elas estão sempre mudando. E uma dessas regrinhas pode fazer total diferença em seu bolso, como por exemplo, o peso extra de bagagem.

Um exemplo prático:

Fiz uma pesquisa para viajar nas minhas férias aqui no Brasil no site da Decolar e encontrei uma passagem pela Azul para meu destino a R$ 800,00, ida e volta com taxas incluídas e franquia de bagagem (até 23 kg); e a mesma passagem na Gol custava 1.000,00 ida e volta, com taxas incluídas e franquia de bagagem (até 23 kg).

Como estava indo de férias e ficaria muito tempo na cidade, precisava levar duas malas. Com a Azul, pagando a passagem + o peso extra de bagagem na ida e na volta, que custa em média 30,00 o quilo, meu valor final seria R$ 800,00 (passagem) + 23 kg da mala extra * R$ 30,00 * 2 (preço por quilo extra na ida e na volta) = 800,00 + 1.380,00 = 2.180,00.

Observação: O valor de R$ 30,00 foi colocado apenas para um cálculo preciso, pois cada Cia aérea tem um valor diferente de acordo com o trecho voado, mas a média é entre R$ 20 e 30,00 o quilo da bagagem.

A passagem na Gol era mais cara, mas considerando que eu pagaria um valor alto no peso extra bagagem na Azul, optei pela Gol e comprei uma mala extra, que na compra antecipada saiu a R$ 50,00 (se fosse no balcão de check in, custaria R$ 100,00). O valor final ficou muito mais barato, sendo R$ 1.000,00 da passagem + R$ 100,00 da bagagem extra (R$ 50,00 na ida e R$ 50,00 na volta), totalizando R$ 1.100,00.

Importante lembrar que o peso extra de bagagem é caro em qualquer Cia aérea. Então se não tiver a opção de comprar a bagagem extra, você vai pagar caro independente se estiver viajando pela Gol, Tam, Azul…

Aqui a gente encerra nossa sequência de Dicas de Viagem, mostrando que tudo é Planejamento. Se você planeja, você gasta menos e aproveita melhor sua viagem.

Um grande abraço e até a próxima segunda!

Ficou com alguma dúvida?

Deixe aqui nos comentários e eu irei te responder em breve!  Dicas da Maia